Museus

Museu do Futebol: obrigatório para os fanáticos

Não deixa de ser curioso que a grande paixão dos brasileiros, o futebol, tenha demorado tanto para receber um grande museu temático. Essa lacuna foi preenchida adequadamente em 2008, quando foi inaugurado em São Paulo o Museu do Futebol. É uma das principais atrações para famílias na capital, aliando tradição e modernidade.

Localizado no estádio do Pacaembu, o Museu do Futebol é uma ótima atração para quem gosta do esporte. Os fanáticos, então, vão pirar em cada uma das 15 alas: vão rir, se divertir, se espantar com as curiosidades mil e, claro, se emocionar com alguns dos grandes momentos reproduzidos em fotos, áudios e vídeos.

O ponto forte do Museu do Futebol é a interatividade. Na maior parte das alas o visitante pode escolher o que quer ver e ouvir. Além disso, há brincadeiras variadas para adultos e crianças.

Museu do Futebol em alas

Flâmulas, bandeiras e uma reprodução da primeira edição da histórica revista Placar são exibidos na porta de entrada, dando uma prévia do que encontrará em todo o museu. Na primeira ala, projeções eletrônicas mostram alguns dos maiores craques do futebol brasileiro em diferentes épocas. Tostão, Ademir da Guia, Zizinho, Romário e Zico estão entre os homenageados. Marta, nossa melhor jogadora, e a incansável Formiga também integra a seleta lista.

As alas seguintes trazem um pouco da interatividade. Em várias cabines, você pode ouvir antigas narrações de rádio, feitas por grandes nomes como Ari Barroso, Osmar Santos e Fiori Giglioti. Um dos áudios mais arrepiantes é do primeiro gol de Pelé na final da Copa de 1958, narrado por Edson Leite.

Logo ao lado há vários depoimentos de personalidades, que lembram qual foi o gol mais inesquecível de suas vidas. A lista é diversificada e isso garante alguns relatos emocionantes e outros divertidos.

Para os fãs de história, a próxima ala vai agradar em cheio. Muitas fotos dos primórdios do futebol no Brasil, além de documentários sobre os primeiros passos do esporte no país, se espalham por todas as paredes. Há réplicas das bolas utilizadas no início do século. As atendentes do setor, profundas conhecedoras da história do futebol, são ótimas fontes para entender um pouco mais sobre como cresceu e se desenvolveu o esporte no Brasil.

Mas a grande vedete do Museu do Futebol é mesmo a ala das Copas do Mundo. Aqui, totens trazem fotos e vídeos de todas as edições do torneio, desde a primeira em 1930, no Uruguai. Fotos de acontecimentos importantes no Brasil e no mundo correm em paralelo com os acontecimentos futebolísticos, de forma didática e muito interessante. Esta é a área mais apreciada pelos visitantes, de acordo com pesquisas realizadas pela direção do museu.

Nas outras alas, você fica sabendo mais sobre as regras do futebol, curiosidades, como o jogo com maior número de gols, jogador mais alto e mais baixo. Há uma seção com dados gerais dos principais clubes do Brasil.

Nas últimas alas, a interatividade continua. Há uma seção com várias mesas de pebolim (ou totó, como é conhecido em algumas regiões do Brasil) para os visitantes se esbaldarem. Mais à frente, há um campo eletrônico, em que é possível bater uma bolinha virtual. Por fim, há uma sala para cobrança de pênaltis. Ali, você chuta uma bola de verdade contra uma gigantesca tela de videogame, em que um goleiro eletrônico tenta defender sua cobrança. Estas atividades são as preferidas das crianças.

Exposições e eventos

As famílias que pretendem visitar o Museu do Futebol com crianças bem pequenas pode contar com uma seção especial: o espaço Dente de Leite. Todos os meses, no terceiro final de semana, ele funciona para crianças de 0 a 3 anos, com espaço para livre brincar e brinquedos criativos, feitos com materiais sustentáveis e também acessíveis a crianças com deficiência.

Nos finais de semana, são realizados eventos especiais para os visitantes. E em várias ocasiões, como Dia dos Pais, Dia das Mães e Dia das Crianças, o Museu do Futebol promove eventos especiais, como oficinas, contação de história e brincadeiras.

Além das alas permanentes, o Museu do Futebol também recebe exposições temporárias, sempre voltados ao futebol em suas mais variadas nuances.

Biblioteca do futebol

Para quem deseja mergulhar de vez no mundo do futebol, o Museu conta também com uma atração a mais: o Centro de Referência do Futebol Brasileiro. Trata-se da primeira biblioteca pública totalmente voltada ao futebol. Ao todo, são mais de 4 mil títulos, entre livros, revistas, jornais e até álbuns de figurinhas,, além de um farto material audiovisual.

A biblioteca conta com Wi-Fi e é possível inclusive visitá-la sem precisar pagar a entrada no museu. Para isso, é fornecido um crachá que dará acesso direto ao local, sem passar pelas outras áreas.

Para pesquisar alguns materiais, como jornais antigos ou material que precisa ser selecionado, é preciso agendar a visita, mas para a maior parte do acervo, é possível a consulta imediata. Parte do acervo do CRFB está disponível pela internet AQUI.

Serviço:
Museu do Futebol
OndePraça Charles Miller, S/N São Paulo
Quando: Terça a sexta-feira: 9h00 às 16h00 (permanência até às 17h00) e Sábados, domingos e feriados: 10h00 às 17h00 (permanência até às 18h00).
Quanto: Ingressos inteiros – R$ 12 / Meia-entrada: R$ 5
Economize: Às terças-feiras, a entrada é gratuita



O São Paulo com Criança é um site do grupo Tempo Integral Comunicação, com o objetivo de proporcionar a famílias informações precisas e completas sobre o que fazer e visitar na maior capital do País com crianças.

Related Posts